Ao contrário de muitos, algo que a pandemia me arrancou rapidamente foi o hábito da leitura. Como eu temia a realidade que estava vivendo (e gosto de ler ficção), tive medo de que a ficção também me levasse à algum lugar ruim. Como já escrevi aqui, preferi focar em estudar algo que gostava muito (e assim sigo).

Mas isso mudou ontem. Ganhei A Visão das Plantas mês passado, de aniversário. E ganhei por conta da capa, desenhada pelo Willian. Me sentindo bem depois desses 20 meses, e ironicamente com o desenho dele em mãos, resolvi embarcar (ao meu ver, encarar). Li de uma vez só, em banho-maria, no sol. E como foi maravilhoso esse reencontro meu com a leitura. Já consegui imaginar meu verão inteiro assim: água, sol e livro. Vou para os próximos!

obrigada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 comentários

  1. mesma sensação com a leitura (ou no caso falta de) por aqui. quando tinha tempo, não tinha cabeça e sobrava receio.

    bom quando a leitura volta a trazer conforto né? espero conseguir me reencontrar por aqui também 🙂